Está Autorizada a Cópia de Conteúdos deste Site, mediante citação da Fonte: www.ijuiempauta.com.br.

Os ipês roxos e amarelos enfeitam os lindos dias da primavera. E, nos faz lembrar a época do PÃO-POR-DEUS. Em Santa Catarina e em algumas cidades gaúchas a criançada e alguns adultos prepararam significativas mensagens de carinho e amor para serem distribuídos entre os conhecidos. Dizem que a distribuição das mensagens é uma reação ao mal que algumas pessoas faziam no dia das bruxas.

Assim, dia primeiro de novembro, dia de todos os santos; e dia 2, dia de finados, as pessoas intensificam o envio de pedidos de solidariedade chamadas PÃO-POR-DEUS. Conta-se também que quando da colonização, os açorianos trouxeram para o Brasil, o costume de fazer docinhos para as crianças necessitadas e, no dia de finados, distribuir no cemitério. Isso era feito, predominantemente, pelos pais de criancinhas falecidas. É que eles acreditavam ser o aniversário dos seus pequenos entes. E, repartir era uma forma de agradar a Deus, com quem seu filhinho passara a morar. Assim, ao invés de velas e flores, levava-se para o cemitério, cestinhos de pães e guloseimas para partilhar com as crianças vivas.

Entretanto, os pedidos de PÃO-POR-DEUS podem ser feitos durante toda a primavera das mais diferentes formas; mas, a partilha tem que ser feita até o Natal, ou no máximo até o dia dos Santos Reis. Os açorianos acreditavam que quem não atendesse ao pedido de auxílio do irmão, podia esperar séria Providência Divina.

A primavera é época em que a esperança renasce em nossas almas. A alegria dos pássaros, das borboletas e o colorido das flores e dos ipês nos contaminam; e, somos capazes de abrir nosso coração para que as boas ações aconteçam.  Ainda mais que o clima de Natal já vem chegando.

Alunos das escolas de Santa Catarina já iniciaram a produção do PÃO-POR-DEUS.

Anunciantes:

Clima em Ijuí

 

Impostômetro


Veja quanto você já pagou de tributos do início do ano até agora, no país e só no estado.